Cinco Porquês

Deixe claro o propósito de seu trabalho em conjunto

Panorâmica

A fórmula Cinco Porquês ajuda a esclarecer o objetivo do projeto de uma equipe ou da tarefa de uma pessoa e as razões pelas quais estes são importantes, alcançando resultados positivos inesperados na qualidade do trabalho. Um pensamento simples, mas completo, que seja compartilhado alimenta simultaneamente sensações de liberdade e de maior responsabilidade.

Quando usar

  • Descobrir o que é realmente importante para os membros do grupo.
  • Lançar as bases de um projeto, tais como qual design usar e pessoas a incluir.
  • Mudar a organização com base em histórias emergentes da atividade dos 5 Porquês.
  • Fornecer uma base para avaliação.
  • Gerar ou esclarecer um propósito compartilhado atraente.
  • Começar qualquer sessão de treinamento, incluindo Troika de consulta ou Peer Assist (Ajuda ao Colega).
  • Ancorar cada elemento de um Design Storyboards – (Projetar um Roteiro sequencial) com “Por que esta atividade ou elemento é importante para você? O que acrescenta ao fluxo de trocas entre os participantes?”.

Como aplicar

Começar:
  • A seguinte pergunta é feita aos participantes: “O que você faz quando está trabalhando em_____________ (o assunto ou desafio analisado)? Por favor, faça uma lista curta de atividades”.
  • Depois, pergunte: “Por que isto é importante para você?” Continue fazendo perguntas de “Por quê?”, cinco vezes, ou até não poder ir mais fundo.
Montagem:

Notas autoadesivas. Um número ilimitado de pessoas, frente a frente em duplas e grupos de quatro, e logo, todo o grupo. Todos têm a mesma oportunidade de contribuir.

Materiais:

Notas autoadesivas.

Tempo/Passos:
  • 10 minutos: Cada pessoa do par é entrevistada por 5 minutos. Começando com “O que você faz quando está trabalhando em_____________?”.
  • O entrevistador gentilmente busca uma resposta mais profunda a cada pergunta: “Por que isto é importante para você?”.
  • Depois de 5 minutos, os participantes trocam de papéis com seus parceiros, e iniciam o processo de entrevista de novo.
  • 5 minutos: Compartilhar a experiência e pontos de vista com outro par em um quarteto.
  • 5 minutos: Refletir em grupo, perguntando: “Como nossos propósitos influenciam os próximos passos que damos?”.

Como adaptar

  • Nos pequenos grupos, perguntar se “uma justificativa fundamental para investir tempo e dinheiro no trabalho” surgiu na conversa. Um propósito pessoal claro somado a uma justificativa comunitária pode alimentar rapidamente a propagação de uma iniciativa.
  • Encoraje os participantes a criar uma única frase que justifique poderosamente o seu trabalho para os outros: “Nós existimos para …!”
  • Para que a atividade progrida de forma mais leve, adicione 10 perguntas usando como depois de ter alcançado clareza quanto ao porquê.
  • Um bom propósito nunca está terminado. Torne-o dinamicamente incompleto, convidando todos a fazerem contribuições e a formatar conjuntamente o entendimento do que é a necessidade mais profunda para o trabalho.
  • Registre as respostas em notas, numere-as e coloque-as em um cartaz. Você pode organizá-las em um triângulo: respostas gerais no topo e respostas detalhadas na parte inferior.
  • Realize comparações e debates.
  • Use a função de bate-papo durante um Webinar ou em um Discussion Forums – (Fóruns de Discussão) para começar a formular uma declaração de propósito: cada participante reflete sobre as perguntas de Five Whys – (Cinco Porquês), partilhando suas ideias no chat.

Estudo de caso

Atividade:

Treinamento em design de projeto

Contato:

g.mercier@itcilo.org (SDG)

Descrição:

Um participante do Malaui, que estava à frente de um projeto de combate à corrupção, apresentou seu projeto para todo o grupo. Aplicando o método dos cinco porquês, os participantes tinham que identificar as causas das dificuldades/problemas que a pessoa do Malaui estava enfrentando em seu projeto. Uma árvore de problemas detalhada foi criada através da aplicação dos cinco porquês. Permitiu que os outros participantes compreendessem rapidamente as dificuldades e a complexidade do projeto.

Dicas

  • Crie um espaço acolhedor, onde participantes se sintam à vontade para falar sobre suas ideias.
  • Varie a maneira de perguntar “por quê?” Por exemplo, use metáforas ou hipérboles, como “Se ontem à noite enquanto dormia seu sonho tivesse se tornado realidade, o que seria diferente?”.
  • Compartilhe a variedade de respostas e reflita sobre as diferenças entre os membros do grupo.
  • Se der branco em alguém, pergunte: “Alguma história vem à mente?”.
  • Torne isto uma prática rotineira em seu grupo.

Leave a Reply

avatar
Photo and Image Files
 
 
 
Audio and Video Files
 
 
 
Other File Types
 
 
 
  Subscribe  
Notify of