TRIZ

Deter as atividades e comportamentos contraproducentes para dar margem à inovação

Panorâmica

TRIZ é uma sigla russa para a Teoria da Resolução de Problemas de Inovação ou Teoriya Resheniya Izobreatatelskikh Zadatch. Formula a provocadora pergunta de quais são as ações que poderiam levar aos piores resultados. Em uma atmosfera tranquila e lúdica, os participantes reconhecem hábitos e atividades ineficientes, dando espaço às ideias de melhores práticas.

Quando usar

  • Dizer o indizível e admitir comportamentos e métodos contraproducentes.
  • Dar margem para a inovação.
  • Preparar o caminho para a destruição criativa realizando o trabalho difícil de uma forma divertida.
  • Antes ou no lugar das sessões de visualização.
  • Para grupos de liderança, “Como podemos continuar fazendo as mesmas coisas com as mesmas pessoas e esperar diferentes resultados?”.

Como aplicar

Montagem:

Em pequenos grupos e todos com igualdade de oportunidades para contribuir. Primeiro os participantes trabalham em forma individual e depois em conjunto.

Materiais:

Mesa ou bloco de notas para fazer as listas.

Tempo/Passos:
  • Três segmentos, aproximadamente 10 minutos por cada segmento. Use o método 1-2-4-Todos para estruturar o trabalho de equipes para cada segmento.
  • Com um sorriso taimado, se faz uma pergunta aos participantes, “Que podemos fazer para obter de forma confiável o pior resultado imaginável?” Fazer listas com suas principais estratégias e comportamentos.
  • Pergunte aos participantes, “Como é que se pode comparar o conteúdo dessa lista com o que fazemos agora?”
  • No segmento final perguntar, “Quais são os primeiros passos para nos ajudar a deter o que sabemos que produz resultados terríveis?” Discutir estratégias em pequenos grupos, logo em conjunto.

Como adaptar

Estudo de caso

Título:

Processo de avaliação por homólogos das apresentações de projetos

Atividade:

Workshop de gestão cíclica de projeto

Contato:

g.mercier@itcilo.org (SDG)

Descrição:

O workshop de gestão cíclica de projeto é organizado duas vezes por ano. No último dia do workshop, os participantes tradicionalmente devem apresentar o projeto que criaram durante os dias anteriores. No passado, o coordenador do workshop indicava aos participantes os perigos e fatores de sucesso de uma apresentação. “Uma apresentação não é interessante quando não se estabelece contacto visual com o público”; “Incluir muito texto em um slide não é uma boa ideia”; “Usar gráficos e frases curtas”; “Interatuar”… No entanto, ele percebeu que isso nunca funcionava e que todas as apresentações terminavam sendo muito chatas. Este ano, o coordenador aplicou o método TRIZ. No dia antes da apresentação perguntou aos participantes que poderiam fazer para que suas apresentações fossem as piores possíveis.

Os participantes listaram diversas razões para uma má apresentação, “Não deveria olhar para o público”; “Deveria falar muito rápido”… Esse ano as apresentações acabaram sendo muito interessantes e divertidas.

Os participantes evitaram todas as coisas que eles mesmos tinham listado.

Dicas

  • Fazer parte do TRIZ com espírito de diversão séria.
  • Não aceitar ideias de inovação: certificar-se que as sugestões ou dicas fazem referência a pôr fim às atividades ou comportamentos e não de começar coisas novas. Vale a pena esperar.
  • Começar com um resultado MUITO indesejado e rapidamente confirmar a sugestão com o grupo.
  • Controlar aqueles grupos que estão rindo muito ou tenham um olhar confuso.
  • Reservar um tempo para observar as semelhanças do que estão fazendo hoje e como isso pode prejudicá-los.
  • Incluir as pessoas que estarão envolvidas em terminar com as atividades que vêm surgindo.
  • Tomar reais decisões sobre o que vai ser interrompido (numere suas decisões 1,2,3…)

Leave a Reply

avatar
Photo and Image Files
 
 
 
Audio and Video Files
 
 
 
Other File Types
 
 
 
  Subscribe  
Notify of