Perguntas Perversas

Articular os desafios paradoxais que o grupo deve confrontar para ter sucesso

Panorâmica

Uma pergunta cruel é usada para provocar um instigante exame da natureza, por vezes, dos desafios paradoxais que o grupo deve superar. Por exemplo: “Como é que podemos estar simultaneamente integrados e manter a autonomia?” Essa abordagem traz à luz circunstâncias divergentes e mostra as possibilidades essenciais para obter um bom resultado, mesmo que elas não sejam intuitivas. O sentido de liberdade e responsabilidade é provocado pela tensão criativa que cada participante experimenta ao longo do processo de descoberta.

Quando usar

  • Descrever a realidade divergente da situação promovendo a imaginação coletiva.
  • Desenvolver estratégias inovadoras que permitam o progresso.
  • Evitar oscilações não estruturadas ou incongruentes na política e na ação.
  • Avaliar decisões.

Como aplicar

Começar:
  • Faça uma pergunta como: “Que estratégias opostas embora complementares é necessário perseguir em forma simultânea, para ter sucesso?”. Use uma diversidade de exemplos para tornar os atributos paradoxais em acessíveis, como nos exemplos a seguir:
  • Em assessoramento para os pais, “Como explica que seus filhos sejam leais/ligados à família e, ao mesmo tempo, sejam agentes muito independentes no mundo?
  • No gerenciamento de grandes operações globais, “Como explica que sejamos sempre e nunca os mesmos… uma organização com uma identidade global singular e, ao mesmo tempo, vamos nos adaptando de forma única para cada um dos contextos locais? Como é que estamos integrados e continuamos sendo autônomos?
Montagem:

Os participantes sentados em torno à mesa ou em círculo.  O trabalho é inicialmente feito em forma individual, logo em grupos pequenos (menos de seis) e finalmente todo o grupo trabalha em conjunto.

Materiais:

Bloco de notas.

Tempo/Passos:
  • 5 minutos: Cada pessoa gera pares de opostos ou paradoxos em jogo, no seu trabalho, utilizando o formato das Perguntas Perversas.
  • 5 minutos: Os participantes se dividem em pequenos grupos, e compartilham suas questões mais perversas.
  • 10 minutos: O grupo inteiro, os participantes escolhem os pares mais efetivos e aprofundam mais nas PP (Perguntas Perversas).

Dicas

  • Faça com que ambos os lados sejam apreciados, “Como explica que sejamos ____ e ____ simultaneamente?”.
  • Trabalhe em ciclos rápidos, aprenda dos seus erros em quanto faz as perguntas perfeitamente perversas.
  • Evite perguntas que possam sugerir prejuízo ou desequilíbrio para algum dos lados.
  • Evite perguntas de dados que possam ser respondidas com maior análise.
  • Obtenha experiência no assunto; pergunte “Quando foi que você percebeu que as duas coisas são verdade ao mesmo tempo?”.
  • Não existem soluções rápidas e pode ser necessário voltar ao desafio periodicamente.
  • Todos deveriam ter iguais oportunidades de contribuir, no entanto utilize o modelo de pares se participantes qualificados em PP estiverem presentes.

Leave a Reply

avatar
Photo and Image Files
 
 
 
Audio and Video Files
 
 
 
Other File Types
 
 
 
  Subscribe  
Notify of