Matriz de Acordos e Certeza

Ordenar os desafios como simples, complicados e complexos

Panorâmica

Os desafios podem ser classificados em simples, complicados ou complexos e podem ser combinados com um método adequado de modificação. Este método ajuda a rotular e combinar desafios para uma solução correta, aperfeiçoando esforços e evitando incompatibilidades entre o desafio e a solução.

Quando usar

  • Definir as soluções certas para os desafios.
  • Identificar como vários experimentos locais podem ajudar a resolver problemas globais.
  • Ver a escala de desafios que enfrentam as pessoas na
    organização.
  • Diminui a frustração de pessoas que não realizam progressos enquanto os desafios-chave.
  • Compartilhar perspectivas entre as funções e níveis da organização.
  • Introduzir e definir “o que é diferente” em relação a desafios complexos com pessoas treinadas somente na análise linear causa e efeito.
  • Iniciar um novo projeto de melhoramento com o objetivo de selecionar uma combinação de metodologias de modificação.
  • Ajudar a um grupo de planejamento a ir além da “paralisia da análise” para uma fase de ação (com o objetivo de aprender dos erros passados).

Como aplicar

Começar:
  • Os participantes são convidados a rotular os seus desafios atuais em simples, complicados ou complexos.
  • Os participantes são convidados a pensar sobre as abordagens que estão usando para enfrentar cada desafio, contemplando que tão bem eles encaixam e onde estão as incompatibilidades.
Montagem:

Todos na equipe de trabalho ou unidade em discussão estão envolvidos (não somente os líderes). Inicialmente, todos os participantes trabalham individualmente para fazer as avaliações iniciais. Depois, os participantes trabalham em pequenos grupos e, finalmente, todo o grupo trabalha em conjunto.

Materiais:

Parede longa e limpa com uma ilustração em papel colado na parede. Notas autoadesivas.

Tempo/Passos:
  • 5 minutos: Os participantes geram itens que descrevem os desafios que ocupam seu tempo.
  • 5 minutos: Os participantes colocam os desafios individualmente na matriz (usar uma nota ou um gráfico desenhado à mão). Logo, os participantes conversam com seu colega do lado.
  • 10 minutos: Os participantes conversam uns com os outros em um grupo de 4 ou 6 e acham pontos de concordância, diferença, e onde existem as incompatibilidades.
  • 10 minutos: Convite para todos publicarem os seus itens no quadro da parede.
  • 15 minutos: Dar um passo para trás e perguntar: “O modelo que vocês estão vendo? Ha alguma incompatibilidade que destaque o tema que devemos tratar?”

Dialogar como grupo em relação ao exercício.

Como adaptar

Perguntar: “Se existir incompatibilidades em sua / nossa abordagem: Que contramedidas teriam sentido?”.

Use a tabela para identificar com precisão as incompatibilidades e todas as etapas de ação que poderiam ser adequadas.

Use a mesma abordagem para questões isoladas que os participantes enfrentam em seus trabalhos.

Link para atividades de criação de estratégia com outros métodos: Critical Uncertainties – (Incertezas Críticas)Purpose-2-Practice (P2P) – Propósito-para-Prática (P2P)Ecocycle Planning – (Planejamento de Ecociclos)Panarchy (Panarquia)Integrated Autonomy – (Autonomia Integrada).

Dicas

  • Esclarecer o tipo de desafios e atividades que estão sendo incluídos, para garantir a consistência em todo o grupo em relação às questões em discussão.
  • Evite fazer juízos em relação a como as pessoas colocam suas atividades / desafios.
  • Explorar itens que estão em mais de um setor, perguntando “Será que este desafio tem múltiplas dinâmicas em jogo? Como é que é, ao mesmo tempo, simples e complexa?”.

Recursos

Leave a Reply

avatar
Photo and Image Files
 
 
 
Audio and Video Files
 
 
 
Other File Types
 
 
 
  Subscribe  
Notify of